sexta-feira, 30 de novembro de 2007

De mãos dadas...

Ele é capaz de faze-lá sorrir sem nenhum esforço, suas palavras são como músicas.


Ela estará, onde quer que ele vá.


Ela se lembrou que os olhos são cegos, que só vê bem, quem vê com o coração.


Seu coração bate mais forte ao abrir suas Páginas Vazias, eles sabem que a história não pode parar, ela viaja sem precisar sair do lugar.

Ela trocaria a eternidade por um dia especial...





(Vamos perder nosso controle, ir a qualquer lugar, rir sem motivo...Mesmo essa distância não vai roubar-lo de seus braços...)

<3

Um comentário:

Diego disse...

E essa melodia orquestrada por ambos presencia o amadurecimento de alguns sentimentos...
o compromisso com a busca pela felicidade
A realização de um sonho...

Essa é uma viagem que eles sonham fazer.
Quem sabe eles não possam tornar cada dia um novo dia especial...
A distância? Talvez atrapalhe.
Mas pra quem acredita, ela só faz acrescentar mais um nobre sentimento à melodia: a saudade

;*
beijos!