terça-feira, 7 de outubro de 2008

Perseguições reais

Tentando encontrar o lugar onde foi parar os momentos, as lembranças, as pessoas, as memórias os dias...

Tentando encontar palavras para ler.

Se algum dia eu achar que tudo pode mudar, que talvez eu vou encontrar

Se eu ver, se eu sentir, se eu conseguir, se você puder ajudar, se você perceber.

(Onde eu posso encontrar?

E se tudo for apenas um sonho impossível de se sonhar?)

Um comentário:

Eduardo Corrêa disse...

Tá ficando velha, hahaha

Quando a gente é mais jovem, as coisas tem mais feeling...

até hoje lembro de como foi a primeira vez que ouvi o Queen ou os Beatles, da primeira vez que vi um show de banda grande...

Hoje em dia nem tenho tanto tesão nessas paradas, ainda tenho, claro, mas nada comparado como antigamente..