quarta-feira, 10 de setembro de 2008

MAke movies

Esses dias estava ao meio de uma multidão de pessoas que andavam apressadas por todos os lados, um trombando no outro, olhares se cruzando, sorrisos se encontrando e ai eu pensei:

" Quem será aquele que acabou de esbarrar em meu ombro? Será que um dia nossas vidas se cruzaram novamente? Qual será o seu destino?"

Provavelmente será um destino diferente do meu.

Eu não sei bem porque, mas isso me impressionou, e essa mesma idéia ficava rodando em minha mente sem parar. (e ainda fica) .

(Se eu me entendesse realmente, não estaria questionando sobre tantas outras coisas além desta ultima, não estaria sentada aqui tentando encontrar respostas que eu nem tenho certeza se realmente quero encontrar)

Boa noite estranho!

Um comentário:

thiago disse...

Muitas vezes passo por dezenas de pessoas, e olho os rostos delas. Em cada rosto vejo uma vida, um sentimento, uma historia, e ai me pego a pensar, quantos rostos existem no mundo, quantas historias existem e quantos rostos são necessarios para se fazer uma historia, e quantas histórias existem em cada rosto. A verdade é que cada pegada que vejo no chão não é só uma pegada, é uma marca deixada por um desconhecido para ser vista por mim.